Banco Santander aprova pagamento de Dividendos e JCP

  •  
Banco Santander aprova pagamento de Dividendos e JCP Foto: Divulgação Banco Santander aprova pagamento de Dividendos e JCP

O Conselho de Administração do Banco Santander (Brasil) S.A. aprovou no dia 27 de dezembro de 2019, a proposta da Diretoria Executiva, ad referendum da Assembleia Geral Ordinária a ser realizada em 2020, de distribuição de:

a) - dividendos Intercalares no montante de R$ 6.790.000.000,00, com base no balanço de 30 de novembro de 2019; e

b) - Juros sobre o Capital Próprio, no montante bruto de R$ 1.010.000.000,00, que, após deduzido o valor relativo ao Imposto de Renda Retido na Fonte (“IRRF”), na forma da legislação em vigor, importam o valor líquido de R$ 858.500.000,00, com exceção dos acionistas imunes e/ou isentos:

ON (Ordinárias)
Dividendos Intercalares (valor por ação): R$ 0,86701797107
Juros sobre o Capital Próprio (valor bruto por ação): R$ 0,12896732707
Juros sobre o Capital Próprio (valor líquido por ação): R$ 0,10962222801

PN (Preferenciais)
Dividendos Intercalares (valor por ação): R$ 0,95371976819
Juros sobre o Capital Próprio (valor bruto por ação): R$ 0,14186405977
Juros sobre o Capital Próprio (valor líquido por ação): R$ 0,12058445081

Unit(*)
Dividendos Intercalares (valor por ação): R$ 1,82073773927
Juros sobre o Capital Próprio (valor bruto por ação): R$ 0,27083138684
Juros sobre o Capital Próprio (valor líquido por ação): R$ 0,23020667882
(*) 1 (uma) Unit corresponde a 1 (uma) ação ordinária e 1 (uma) ação preferencial.

Farão jus aos Dividendos e aos Juros sobre o Capital Próprio, ora aprovados, os acionistas que se encontrarem inscritos nos registros da Companhia no final do dia 03 de janeiro de 2020 (inclusive). Dessa forma, a partir de 06 de janeiro de 2020 (inclusive), as ações da serão negociadas “Ex-Juros Dividendos e Sobre Capital Próprio”.

O valor dos Dividendos e dos Juros sobre o Capital Próprio aprovados serão pagos a partir do dia 21 de fevereiro de 2020, e imputados integralmente aos dividendos obrigatórios a serem distribuídos pela Companhia referentes ao exercício de 2019, sem nenhuma remuneração a título de atualização monetária.

Para os American Depositary Receipts (ADRs) negociados na Bolsa de Valores de Nova York - NYSE o pagamento se dará através do The Bank of New York Mellon, banco depositário dos ADRs.

(Redação - Investimentos e Notícias)