RUMO anuncia lucro líquido de R$ 305 mi no 4T20

A RUMO anunciou hoje seus resultados do quarto trimestre de 2020 (4T20). O lucro líquido foi de R$ 305 milhões, ante R$ 786 milhões em 2019, influenciado pelo menor EBITDA e pelo aumento das despesas financeiras decorrentes do impacto não caixa de marcação a mercado (MTM) e das outorgas das Malhas Central e Paulista, que incorreram em mais meses em 2020 do que em 2019.

Suzano registra lucro de R$ 5.914 milhões no 4T20

A receita líquida da Suzano no 4T20 foi de R$ 8.013 milhões. Em relação ao 4T19, o aumento de 14% da receita líquida ocorreu em função principalmente da valorização de 31% do USD médio vs.o BRL, parcialmente compensados pela queda de 8% no volume vendido de celulose e papel e do preço médio líquido da celulose em USD.A elevação de 7% da receita líquida consolidada no 4T20 em relação ao 3T20 é explicada basicamente pelo aumento de 6% no volume de vendas total, que foi de 3.017 mil toneladas.

M. Dias Branco entra na carteira do ICO2 B3

O Índice Carbono Eficiente da B3 (ICO2 B3) tem como propósito, desde a sua criação no ano de 2010, ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança climática no Brasil. O trabalho conjunto das gerências de Sustentabilidade, liderada por Aled Parry, da gerência de Sustentabilidade Ambiental, liderada por Daniella Pessoa e da Diretoria de Novos Negócios e Relações com Investidores, sob a liderança de Fábio Cefaly, tem gerado frutos, tendo como resultado mais recente a inclusão da M. Dias Branco nessa importante carteira, que entrou em vigor no último dia 4, e vai até o dia 30 de abril deste ano, sendo rebalanceada a cada quatro meses.

Intelbras divulga prospecto preliminar da oferta pública

A Intelbras realizou o segundo protocolo na CVM (Comissão de Valores Imobiliários) e o lançamento de sua oferta pública inicial de ações, mediante a divulgação de Aviso ao Mercado e do Prospecto Preliminar da Oferta Pública de Distribuição Primária e Secundária de Ações Ordinárias de Emissão da Intelbras S.A. Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira.

Mercantil do Brasil migra para o Nível I da B3

Nesta semana, o Mercantil do Brasil migrou para o segmento especial de listagem Nível I da B3 S.A. – Brasil, Bolsa e Balcão. Com a mudança, as ações ordinárias e preferenciais de emissão do banco passaram a ser negociadas no Nível I, o que reforça o compromisso da instituição com o aprimoramento de sua governança.

Assinar este feed RSS