Levantamento aponta as 10 graduações mais caras do Brasil

  •  
Levantamento aponta as 10 graduações mais caras do Brasil (Foto: Divulgação) Levantamento aponta as 10 graduações mais caras do Brasil

Quem deseja se formar médico, dentista ou engenheiro têxtil precisa preparar o bolso caso optar por uma instituição privada. Segundo levantamento inédito feito pelo Mundo Vestibular, os três cursos lideram a lista das dez graduações mais caras do Brasil. 

O cálculo considerou a média de mensalidade e de duração dos cursos. Em primeiro na lista, Medicina é a única graduação entre as mais caras que exige seis anos de estudos, além de ter o valor pago por mês mais alto: R$ 4.917. Ao todo, o custo médio total para se formar médico é de R$ 354.027. O investimento é quase três vezes maior do que o necessário para concluir o segundo lugar, Odontologia, por R$ 125.451.

Entre os dez cursos mais caros, metade são ligados à engenharia. "Uma das razões é que formações ofertadas em poucas instituições de ensino, como a Têxtil e a Cartográfica, respectivamente em terceiro e quarto lugar do ranking, tendem a custar mais", avalia Daniela Nakaza, diretora sênior da QuinStreet, que administra o Mundo Vestibular.

Para a diretora, dados como esses ajudam jovens em via de ingressar no ensino superior a se planejarem e a terem uma real noção de quanto será preciso gastar para alcançar esse objetivo. "Sem dúvida, o curso superior é a principal porta de entrada para uma vida melhor, e existem financiamentos e bolsas que ajudam a custear esse investimento. É importante ter ciência dos valores demandados para procurar a melhor alternativa”, recomenda Daniela.

(Redação – Agência IN)