ICD registra a quinta alta consecutiva em agosto, revela FGV

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) da Fundação Getulio Vargas registrou a quinta alta consecutiva ao variar 5,8% entre julho e agosto de 2014, considerando-se dados livres de influências sazonais. Esta foi a maior variação desde julho de 2013 (7,1%). O resultado mostra que, na percepção dos consumidores, as condições no mercado de trabalho teriam piorado durante o mês de agosto.

      

Desemprego e criação de empregos caem nos EUA

A economia americana criou menos empregos em agosto que em julho, indo contra as expectativas dos analistas, mas a taxa de desemprego se reduziu levemente, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 05, pelo departamento de Trabalho.

Catho-Fipe estima taxa de desemprego de agosto em 4,9%

A taxa de desemprego de agosto nas seis regiões metropolitanas acompanhadas pela PME/IBGE deve ficar em 4,9%, segundo a projeção Catho-Fipe. Esse valor é 0,4 ponto percentual menor do que o registrado em julho de 2013, o que confirma a longa tendência de queda desse indicador. Cabe notar que a taxa de desemprego não é divulgada pelo IBGE desde maio. Assim, o último valor de referência oficial que se tem é o de abril, quando a taxa também marcou 4,9%.

Taxa de desemprego bate recorde na França

O ministério do trabalho da França anunciou nesta quarta-feira, 27, que o número de desempregados no país cresceu pelo nono mês consecutivo em julho, batendo um novo recorde de 3,424 milhões.

ICD avança entre junho e julho, revela FGV

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) da Fundação Getulio Vargas registrou alta de 0,6% entre junho e julho de 2014, a quarta consecutiva, considerando-se dados livres de influências sazonais. O resultado sinaliza piora das condições no mercado de trabalho.

Assinar este feed RSS