Nestlé anuncia 7,7% em crescimento orgânico de vendas

  •  
Nestlé anuncia 7,7% em crescimento orgânico de vendas Foto: Divulgação

A Nestlé anunciou os número sobre vendas do grupo no primeiro trimestre de 2021.

O crescimento orgânico atingiu 7,7%, com crescimento real (RIG) de 6,4%. A variação de preços aumentou 1,2%, refletindo a inflação dos custos dos insumos.

O crescimento teve base ampla na maioria das regiões. O crescimento orgânico foi de 5,0% nos mercados desenvolvidos, com base principalmente no crescimento real. A variação de preços foi positiva. O crescimento nos mercados emergentes foi de 11,4%, com forte crescimento real e variação de preços positiva.

Por canal, as vendas no varejo registraram alto crescimento orgânico de um dígito, refletindo a forte demanda contínua do consumo doméstico. Quedas moderadas nas vendas dos canais fora do lar, com retorno ao crescimento positivo na Zona AOA. As vendas no e-commerce cresceram 39,6%, atingindo 14,5% das vendas totais do Grupo. A maioria das categorias teve forte impulso, especialmente café, Purina PetCare e produtos culinários.

Os desinvestimentos líquidos fizeram com que as vendas apresentassem declínio de 1,0%, principalmente relacionado com os desinvestimentos dos negócios de charcutaria Herta e dos negócios de leite de amendoim e mingau de arroz enlatado Yinlu. O câmbio reduziu as vendas em 5,3%, refletindo a valorização do franco suíço em relação à maioria das moedas, principalmente nos mercados emergentes. As vendas totais reportadas aumentaram 1,3%, para 21,1 bilhões de francos suíços.

Gestão de portfólio

Em 5 de março de 2021, a Nestlé concluiu a aquisição da Água Essentia, uma marca de água funcional premium nos EUA.

Em 31 de março de 2021, a Nestlé concluiu a venda de suas marcas regionais de água mineral, negócios de água purificada e serviço de entrega de bebidas nos EUA e Canadá para a One Rock Capital Partners, em parceria com a Metropoulos & Co. por US﹩ 4,3 bilhões.

Zona Américas (AMS)

• 7,2% de crescimento orgânico: 4,8% de crescimento real (RIG); 2,4% de variação de preços.

• A América do Norte registrou crescimento orgânico de um dígito, com forte RIG e variação de preços positiva.

• A América Latina atingiu crescimento orgânico de dois dígitos, com RIG e variação de preços positivos.

O crescimento orgânico foi de 7,2%, com forte crescimento real de 4,8%. A variação de preços contribuiu com 2,4%, melhorando tanto na América do Norte como na América Latina. As aquisições líquidas aumentaram as vendas em 0,3%. As aquisições das Águas Freshly e Essentia compensaram amplamente a alienação do negócio de sorvetes nos EUA. O câmbio teve impacto negativo de 8,6%, refletindo as desvalorizações cambiais generalizadas em relação ao franco suíço, principalmente na América Latina. As vendas reportadas na Zona AMS caíram 1,2% para 8,2 bilhões de francos suíços.

Zona Europa, Oriente Médio e Norte da África (EMENA)

• 4,4% de crescimento orgânico: 3,8% de crescimento real (RIG); 0,6% de variação de preços.

• A Europa Ocidental apresentou crescimento orgânico de um dígito com RIG sólido, parcialmente contrabalançado pela variação de preços negativa.

• A Europa Central e Oriental alcançaram alto crescimento orgânico de um dígito, com RIG forte e variação de preços positiva.

• Oriente Médio e Norte da África registraram crescimento orgânico de um dígito, com base em RIG e variação de preços positivos.

O crescimento orgânico atingiu 4,4%, com forte crescimento real de 3,8% sustentado por um mix favorável. A variação de preços passou a ser positiva, contribuindo com 0,6%. Os desinvestimentos líquidos reduziram as vendas em 3,7%, principalmente relacionados com o desinvestimento do negócio de charcutaria Herta. O câmbio impactou negativamente as vendas em 2,8%. As vendas reportadas na Zona EMENA declinaram 2,1% para 5,2 bilhões de francos suíços.

Zona Ásia, Oceania e África Subsaariana (AOA)

• 9,1% de crescimento orgânico: 8,8% de crescimento real (RIG); 0,3% de variação de preços.

• A China registrou crescimento orgânico de dois dígitos, com base em RIG forte parcialmente contrabalançado pela variação de preços ligeiramente negativa.

• O Sudeste Asiático registrou crescimento orgânico de um dígito, com RIG positivo e variação de preços ligeiramente negativa.

• O Sul da Ásia relatou crescimento orgânico de dois dígitos, com RIG forte e variação de preços positiva.

• A África Subsaariana registrou crescimento orgânico de dois dígitos, liderado por forte RIG e variação de preços positiva.

• Japão, Coréia do Sul e Oceania combinados registraram crescimento orgânico de um dígito. O RIG positivo foi parcialmente contrabalançado pela variação de preços ligeiramente negativa.

O crescimento orgânico atingiu 9,1%, com crescimento real de 8,8%. A variação de preço aumentou 0,3%. Os desinvestimentos líquidos tiveram impacto negativo de 3,4%, principalmente relacionados com o desinvestimento dos negócios de leite de amendoim e mingau de arroz enlatado Yinlu na China. O câmbio reduziu as vendas em 3,4%. As vendas reportadas na Zona AOA aumentaram 2,3%, para 5,1 bilhões de francos suíços.

Nespresso

• 17,1% de crescimento orgânico: 16,3% de crescimento real (RIG); 0,8% de variação de preços.

O crescimento orgânico atingiu 17,1%, com base no forte crescimento real de 16,3% e variação de preços de 0,8%. O câmbio impactou negativamente as vendas em 1,4%. As vendas reportadas pela Nespresso aumentaram 15,6% para 1,6 bilhão de francos suíços.

Em março, a Nespresso anunciou um investimento de 117 milhões de francos suíços na expansão de seu centro de produção e distribuição em Avenches, na Suíça, para atender à crescente demanda dos consumidores em todo o mundo.

Nestlé Health Science

• 9,5% de crescimento orgânico: 9,4% de crescimento real (RIG); 0,1% de variação de preços.

O crescimento orgânico foi de 9,5%, com forte crescimento real de 9,4% e variação de preços de 0,1%. As aquisições líquidas aumentaram as vendas em 17,3%, principalmente relacionadas às aquisições da Vital Proteins, Zenpep e Aimmune. O câmbio impactou negativamente as vendas em 5,2%. As vendas reportadas pela Nestlé Health Science aumentaram 21,6%, para 0,9 bilhão de francos suíços.

(Redação - Investimentos e Notícias)