Petróleo sobe após divulgação de dados sobre as reservas americanas

  •  
Petróleo sobe após divulgação de dados sobre as reservas americanas Foto: Divulgação Petróleo sobe após divulgação de dados sobre as reservas americanas

O mercado de petróleo se recuperou nesta quarta-feira em Nova York aliviado pela queda da produção dos Estados Unidos e de suas reservas de gasolina.

O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em abril subiu 28 centavos, a US$ 32,15.

Em Londres, o barril de Brent também para entrega em abril subiu US$ 1,14 e fechou a US$ 34,41.

Os preços começaram a subir quando o departamento de Energia dos Estados Unidos informou que embora suas reservas de petróleo tenham subido um pouco; as de gasolina caíram.

Na semana encerrada em 19 de fevereiro, os estoques comerciais de petróleo aumentaram em 3,5 milhões de barris, a 507,6 milhões.

Analistas consultados pela agência Bloomberg esperavam uma progressão de 3,25 milhões de barris. A organização profissional American Petroleum Institute (API) previu um aumento de 7,1 milhões de barris.

As reservas permanecem em seus volumes mais altos desde 1982, quando começaram a ser calculadas semanalmente, e em volumes mensais são as mais elevadas desde os anos 30.

As reservas de gasolina caíram 2,2 milhões de barris, quando os analistas da Bloomberg esperavam um recuo de 1 milhão de barris e a API um crescimento de 600.000 barris.

As reservas de destilados, entre eles de gasolina e óleo de calefação, caíram 1,7 milhão de barris. Na Bloomberg a queda prevista era de 1,15 milhão e a da API de apenas 300.000 barris.

(Redação com AFP - Agência IN)