Feninfra diz que Selic não pode onerar mais os custos das empresas

Segundo a presidente da Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicação e de Informática (Feninfra), Vivien Mello Suruagy, é preciso conter os riscos inflacionários, mas um aumento excessivo da Selic poderá inibir as empresas a buscarem crédito, dificultando a retomada do crescimento econômico. Para ela, é preciso um equilíbrio da Selic entre a meta monetária relativa ao IPCA e a prioridade de estimular a economia e gerar empregos.

Elevação da Selic encarece o crédito para produtores rurais

Segundo Fábio de Salles Meirelles, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp), "o novo ciclo de aumento da Selic está encarecendo o crédito rural nas instituições financeiras, dificultando sua contratação pelos produtores, podendo reduzir os investimentos no campo".

O executivo afirma que a preocupação é que o Plano Safra 2021/22, cujo anúncio deverá ser feito na próximo semana pelo Governo Federal, já possa refletir o movimento de juros mais elevados nas distintas linhas de financiamento.

BC eleva taxa Selic para 4,25% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar a taxa Selic em 0,75 ponto percentual, para 4,25% a.a. O BC informou que em relação ao cenário externo, estímulos fiscais e monetários em alguns países desenvolvidos promovem uma recuperação robusta da atividade econômica. No entanto, a incerteza segue elevada e uma nova rodada de questionamentos dos mercados a respeito dos riscos inflacionários nas economias pode tornar o ambiente desafiador para países emergentes.

Selic não traz prejuízo ao mercado imobiliário, diz Abrainc

A Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) considera que a decisão de hoje, 17/3, do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central de aumentar a taxa básica de juros (Selic) de 2% para 2,75% ao ano não traz prejuízos ao processo de retomada do mercado imobiliário, que vem ocorrendo desde o segundo semestre do ano passado, após ter sofrido um impacto inicial por conta da pandemia.

Assinar este feed RSS