Tecnologia pode virar a quarta revolução industrial, diz professor da FGV

Os poderes transformadores da inteligência artificial, big data, internet das coisas, tecnologias móveis e blockchain vão gerar uma quarta revolução industrial, de acordo com o coordenador do MBA em Marketing Digital da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Miceli. Segundo ele, a evolução deve aumentar padrão, expectativa e qualidade de vida. No entanto, Miceli ressalta que também pode ter efeitos disruptivos, sobretudo no mercado de trabalho.

 

Assinar este feed RSS